CANAL GENERALISTA DE INFORMAÇÃO REGIONAL

CANAL GENERALISTA DE INFORMAÇÃO REGIONAL

Rota do Cuidar esgota capacidade de auditório do Hospital de Cascais

Por Ana Franco

20.11.2016
O auditório do Hospital de Cascais está a ser demasiado pequeno para acolher os cada vez mais interessados em participar mensalmente nos workshops "Rota do Cuidar" - um programa aberto à população, que pretende promover o conhecimento sobre diversos temas ligados à saúde e está a ter um enorme e incontestável sucesso.

Depois do primeiro workshop, dedicado à alimentação saudável, este sábado foi a vez de especialistas tratarem da "importância e das estratégias para um bom sono".

O auditório, com capacidade para 64 lugares, desta vez e excepcionalmente, viu a capacidade de lugares sentados aumentada para 85, mas muitos interessados houve que não puderam participar devido à limitação do espaço. Recorda-se que
as inscrições para estas sessões são gratuitas e os promotores salvaguardam que são "limitadas à capacidade do auditório". 

A verdade é que estas sessões têm vindo a despertar um interesse cada vez maior na comunidade, com famílias cada vez mais apostadas em estar presentes e em ouvir especialistas nas várias valências da saúde.

Segundo Cascais24 apurou, a alternativa que está a ser estudada para responder à falta de capacidade do auditório e ao cada vez maior número de interessados em participar é alargar cada tema para mais de uma sessão. 

Este sábado, na segunda sessão do "Rota do Cuidar", subordinada ao tema do sono os especialistas e anfitriões de serviço foram Pedro Cintra, do Departamento de Saúde Mental do Hospital de Cascais, e Hortênsia Gouveia, Especialista em Saúde Infantil e Pediátrica do Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) de Cascais – UCC Cascais Care, uma unidade funcional do ACES de Cascais que funciona na prestação de cuidados de saúde e apoio psicológico e social de âmbito domiciliário e comunitário.

Ainda antes do espaço de partilha de um testemunho na primeira pessoa, de alguém que ultrapassou os distúrbios do sono, os participantes em mais uma sessão de sucesso do "Rota do Cuidar" foram surpreendidos com a atuação de um excelente rap alusivo ao tema do sono protagonizado por um grupo de alunos rappers do Agrupamento de Escolas de Alcabideche TPCA1, orientados pela professora Isabel Nunes e bastante aplaudidos no final pelos presentes.

Os "inimigos" do sono

O telemóvel, tablet, televisão e outros dispositivos luminosos constituem, segundo os especialistas, "inimigos do sono", motivo pelo qual "os devem deixar fora do quarto".

No quarto, por exemplo, deve criar condições propícias ao repouso, dispor de instalações confortáveis, com vestuário e adereços de cama adequados, além de uma temperatura adequada, manter a luz apagada para dormir e eliminar o ruído tanto quanto possível. 

Outro dos conselhos é "estabelecer um ritual para dormir com atividades pouco estimulantes" e ter um "horário regular de repouso e de sono".


Ainda segundo os especialistas, a maioria das pessoas necessita de dormir entre 7 a 9 horas por dia, embora as "necessidades individuais variem e o tempo necessário diminua com a idade". 

Evitar "refeições pesadas" ao jantar, mas também não ir para a cama com fome, é outro dos conselhos, ao qual deve juntar-se a não "ingestão de álcool e bebidas com cafeína, entre as quais café, chá, colas e outros refrigerantes, a partir do final da tarde.

Os especialistas sugerem, ainda, uma "contagem regressiva", que consiste em contar, de traz para a frente e mentalmente os números a partir de 300 e de 3 em 3: 300, 297, 294, sendo certo de que é  possível que adormeça antes de chegar ao número um.

Veja aqui o vídeo de atuação dos jovens "rappers" do Agrupamento de Escolas de Alcabideche
 










Sem comentários :